Literatura e psicanálise?

Aonde chegará isso?

Onde chegará não sei, mas que não chegue, que apareça e mais apareça, seja arte, cultura, notícias e psicanálise. O lugar é de escrita, de encontro do profissional com o pessoal. No que vai dar… diga-me você… Sou apenas aquele que vos escreve, caro leitor… Inspirado por Camilo, Machado, Amyr, Sigmund, Jacques e tantos outros…


Nota: essa versão da página ainda é um “beta”. Escolhi um layout, já fiz o logo e batizei mas, o conteúdo ainda é o que foi importado da página. Críticas, sugestões, reclamações, comentários, devaneios e o que tiver para falar, será bem-vindo.

Nota 2: ao migrar o conteúdo, verifiquei que os links continuam redirecionando para a página anterior, portanto, não estão acessíveis. Tenha calma, pois terei que concertar ainda e isso leva um tempo. Mas aquilo que encontrar, pode sim me avisar, pois alguma coisa pode passar despercebida.

Nota 3: estou planejando as categorias novamente. Então, é possível que algumas publicações apareçam em mais de um lugar e, que alguns comentários desapareçam ou apareçam na forma de posts.


Destaques

Pensamentos: indesejados e desnecessários? Uma odisséia de Ulisses

Ulisses tinha pensamentos perturbadores constantemente. Tinha uma mania estranha de sempre pintar seus portões em fundo cinza e ficava muito tempo preocupado se o trabalho tinha sido bem feito, mesmo não havendo reclamações sobre corrosões ou mal-funcionamento. E o quanto ele se preocupava, talvez nem ele soubesse.


Contos

São contos diversos. Alguns tem relação com a clínica e esse, anteriormente denominados como “Contos Clínicos”, possuíam personagens cujos nomes eram derivados do conto “A pia da Rosa”. Resumidamente, isso foi feito para não ter que elaborar novos nomes fictícios a cada conto clínico, para não dar margem à impressão de poderiam estar sendo contados casos clínicos de verdade.


Clínica

Posts e artigos relacionados à clínica, psicologia, psicanálise e atendimento hospitalar.


Posts recentes

“Quero que o Covid termine logo!”

A pandemia ainda não acabou, mas há um sem número de pessoas que aguarda ansiosamente pelo fim. Eu inclusive quero que acabe logo para poder andar sem máscaras e com a janela do carro aberta. Não há um problema propriamente dito em “sonhar” com isso. Não há um problema desde que não comprometa suas relações… Mais

“Não sei se me separo de meu namorado…”

Publicado originalmente em Oficina de literatura & PSicanálise:
Ângela era uma mulher independente, que já tinha filhos praticamente criados e namorava há mais ou menos um ano. Era profissional liberal, podia cuidar de suas contas, pagar seu apartamento independentemente da pensão do ex-marido. Seu problema era que há algum tempo seu relacionamento já não…