Quanto tempo demora para ficar curado?

Pois bem. Se uma doença mental é construída ao longo de uma vida, isso significa que a vida dessa pessoa dificilmente levará pouco tempo para mudar. Mudanças bruscas não são impossíveis, mas são raras.

Para a pessoa ser o que é, significa que ela passou a ser como é no decorrer de uma vida até o momento presente. Mudar isso envolve entender como ela chegou até aqui e é preciso que o trabalho no consultório faça um caminho “inverso” ao do tempo.

Como Freud ilustrou bem há muito tempo atrás, o trabalho do psicanalista tem uma similaridade com o de um arqueólogo, requerendo cuidado para juntar vários fragmentos do passado para entender do que se tratam aqueles pedaços.

Por exemplo, se alguém tem dificuldade de falar em público, não há propriedade em falar que ela “deve se soltar”, a não ser que seu objetivo seja “motivá-la”. Um paciente em análise precisa de mais que isso. É preciso explorar do que é feita essa dificuldade.

__ Se o trabalho for apenas para “motivar”, não estará excluído o risco de a pessoa repetir a mesma dificuldade noutros momentos __

Dado o passo rumo à descoberta, caberá ao paciente refletir sobre o que fazer com aquilo que aparecer. E, sabendo quem é e do que suas dificuldades são feitas, deverá refletir sobre que caminho tomar e como construí-lo.

Noutras palavras, não se iluda com promessas ou perspectivas de curas com o estalar de dedos. Não existem palavras mágicas no consultório nem em livro nenhum. As questões de cada pessoa possuem ingredientes diferentes e cada mistura é única. O caminho para entender e trabalhá-las, é pelas psicoterapias, o que inclui a psicanálise.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s